segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Miss Gospel

Depois de muito tempo fora, entrei novamente no orkut. Primeiro porque queria falar com velhos amigos, mesmo que fosse virtualmente. Depois porque estou viajando, longe, e me deu saudade de rever algumas pessoas, mesmo que por fotos.
Porém, nem tudo é perfeito. Entrei em uma comunidade de um amigo meu que se chama: “Beleza Gospel”, e só entra quem for convidada. Imagino que quem é convidada para entrar, deve se sentir a modelo. Bom, fora os erros de português e essa linguagem “internetiana” que me irrita com suas abreviações, tem até a capa do mês. Garotas se inscrevem para ser a capa do mês e uma equipe de solteirões, imagino, as elege.
Escrevi um texto há algum tempo chamado “A Fantasia do Photoshop” que tratava do culto à beleza exterior em detrimento do interior. Não quero ser repetitivo, mas algumas considerações se fazem necessárias.
Primeiro que me envergonha como cristão, saber que existem moças, que se denominam também cristãs, que se expõe dessa maneira, como uma roupa na vitrine, como algo que está à venda e pior, sob liquidação. Fico me perguntando, qual a intenção de se criar uma comunidade para apresentar (a quem ?) moças bonitas ? (para que?). Me perdoe se tem alguém que conheço que está nessa comunidade, mas aconselho a pensar no assunto.
Se não fui claro, não estou aqui dizendo que a mulher cristã não pode ser bonita ou não deva se cuidar, muito pelo contrário, deve sim zelar pelo templo do Espírito Santo, deve sim se fazer bonita para seu marido, ou futuro. O que estou dizendo é que a intenção da comunidade criada gera uma desconfiança muito ruim por parte de quem lê.
Agora que espero ter deixado claro meus motivos, quero tecer alguns comentários bíblicos do comportamento da mulher cristã, que está comprometida com a Palavra de Deus.
Pv 11:16 nos diz: “A mulher graciosa guarda a honra como os violentos guardam as riquezas. Eu sei que honra é uma palavra meio fora de contexto, mas observe o que diz a Bíblia. Imagino como um homem violento, um bandido, deve guardar o fruto do seu roubo, com todas as suas forças. Assim uma mulher que dá valor à sua honra, deve guardá-la, com todas as suas forças, não deixando que mal intencionados abusem e queiram tirar vantagem. No mesmo capítulo de Provérbios no verso 22 vejo retratado a imagem da moça cristã que não zela pela sua reputação. O texto diz o seguinte: “Como jóia de ouro no focinho de uma porca, assim é a mulher formosa que não tem discrição”. Sabe qual a beleza de uma jóia, por mais preciosa que seja, no focinho de uma porca ? Nenhuma. A sujeira da porca irá encobrir a beleza da jóia. Não terá valor nenhum. Assim é a beleza da mulher cristã que se porta com indiscrição. Será nula, sem valor.
Por outro lado, a mulher virtuosa por si só excede o valor de muitas jóias, conforme lemos em Pv 31:10. Não há nada melhor para um homem crente, saber que tem em casa uma mulher que lhe honra, em quem pode confiar.
Quero mostrar o que diz Pv 31:30 e termino. Lemos da seguinte maneira: “Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa sim será louvada”. Veja que o texto em nada contraria o fato da mulher querer e dever se cuidar, como jóia preciosa de Cristo. O texto é bastante claro quando diz que o problema está em se colocar a confiança na beleza, utilizá-la como instrumento de sedução barata.
A nossa vida é como uma neblina, que está aqui e logo se vai. Mais rápida ainda é a juventude, passa como uma ventania (e digo por experiência). Se você é jovem, bonita, agradeça a Deus por tê-la feito dessa maneira, mas não coloque em sua beleza a solução para os seus problemas. O seu futuro casamento não pode estar baseado na beleza física simplesmente, ela passa com o tempo, e depois o que restará ? Nossa vida como um todo deve ser entregue nas mãos do Senhor, inclusive nosso físico, até nisso devemos glorificá-lo. Não jogue fora a sua juventude com banalidades que para nada se aproveitam. Usufrua os melhores anos de sua vida como um bom mordomo daquilo que Deus tem lhe dado. Que Deus lhe abençoe.

Fábio Adriano Cruvinel Machado
Belleville, 13 de agosto de 2007

Nenhum comentário: