quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

AMOR PENTECOSTAL

Chegando o dia de Pentecoste, estavam todos reunidos num só lugar. De repente veio do céu um som, como de um vento muito forte, e encheu toda a casa na qual estavam assentados. E viram o que parecia línguas de fogo, que se separaram e pousaram sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito os capacitava. Havia em Jerusalém judeus, tementes a Deus, vindos de todas as nações do mundo. Ouvindo-se este som, juntou-se uma multidão que ficou perplexa, pois cada um os ouvia falar em sua própria língua. Atônitos e maravilhados, eles perguntavam: "Acaso não são galileus todos estes homens que estão falando? Então, como os ouvimos, cada um de nós, em nossa própria língua materna? Partos, medos e elamitas; habitantes da Mesopotâmia, Judéia e Capadócia, Ponto e da província da Ásia, Frígia e Panfília, Egito e das partes da Líbia próximas a Cirene; visitantes vindos de Roma, tanto judeus como convertidos ao judaísmo; cretenses e árabes. Nós os ouvimos declarar as maravilhas de Deus em nossa própria língua! " Atônitos e perplexos, todos perguntavam uns aos outros: "Que significa isto? Atos 2:1-12
O pentecostes foi um evento único. inigualável, sem precedentes e que não se repetirá jamais. Foi o cumprimento da promessa de Jesus: não deixarei vocês sozinhos, enviarei o consolador para estar para sempre com vocês. Ter o Espírito Santo é ter a presença de Deus conosco, em todos os lugares e ocasiões, além dos limites geográficos, temporais e religiosos.
O Pentecoste veio unir o que Babel separou.
Em babel Deus salva o homem de sua loucura e o espalha para povoar a Terra.
Em Pentecoste, Jesus reúne novamente as pessoas, apesar de suas diferenças, sob o poder unificador do evangelho.
Porque só o evangelho de Jesus é capaz de unir pessoas de qualquer raça, povo, nação ou cultura; nenhum poder político ou ideológico foi, é ou será capaz disso. E aqui não falo de instituições religiosas, mas do evangelho de Jesus.
Portanto, o significado maior do pentecoste é a união de todos em um. É a superação das diferenças em função do bem maior de Deus: o ser humano. É a presença de Deus no mundo além de qualquer limite que possa ser imposto pelo homem ou pela religião.
O evangelho apenas une, nunca separa. Por isso, qualquer adereço religioso que causa separação e contenda não é evangelho, mas uma trama diabólica. E esta é uma boa régua para sabermos onde estamos pisando.
O Pentecoste é a garantia de Deus de que podemos falar a mesma língua em uma só voz. Esta linguagem é a linguagem do amor que pode superar qualquer obstáculo de nacionalidade, cultura ou religião, e só ela é capaz de fazer o nome de Jesus conhecido em todos os lugares até os confins da Terra.

Nenhum comentário: