sexta-feira, 25 de março de 2011

Canção aos Miseráveis

Cantarei aos miseráveis que vagam pelo mundo
Desesperados, cansados de sua vida débil
Que acordam cedo e vão ao lixo
Achar no podre os seus destinos
Por que existem?
Misericórdia aos miseráveis, piedade aos miseráveis
Que não têm mãe nem coisa alguma
Que choram pra viver
Que vivem sem querer

                                                                                           Fábio Machado - Em algum lugar do passado...

segunda-feira, 21 de março de 2011

Agora - Myrtes Mathias

Desde minha adolescência, sempre fiquei fascinado com as poesias da Myrtes. Era como se aquelas palavras sondassem meu coração e revelassem tudo o que se passava com minha alma. Talvez porque ela, assim como a maioria, passou pelos mesmos dilemas e questionamentos. Talvez porque somos humanos e temos muito mais em comum do que imaginamos, virtudes e fraquezas, mais fraquezas que virtudes. Que esses pensamentos que um dia permearam a mente da poetisa, e que um dia acalentaram meu coração confuso, possam ser refrigério para sua alma e certeza de que Deus também fala através da arte.

"Se queres dar-me uma flor,
faze-o antes que eu morra...
Se podes, hoje, fazer o milagre de um sorriso no rosto que chora,
não coloques flores sobre tumbas.
Se queres dar-me uma flor, faze-o agora.
Se podes dar um lar ao orfãozinho,
abrigo ao pobre que geme lá fora,
não encolhas a mão - Deus está vendo.
Se podes dar uma flor, faze-o agora.
Se conheces o eterno Caminho
Que leva ao templo onde a alegria mora,
Não guardes egoísta o teu segredo;
Se podes dar-me uma flor, faze-o agora.
Se podes dizer em uma frase linda,
algo que faça a tristeza ir embora,
dize-o enquanto posso agradecer sorrindo.
Se podes dar uma flor, faze-o agora.
Que farei eu das orações, das flores,
quando do mundo já não mais eu for?
Aos pés de Deus eu as terei tão lindas,
Que não precisarei do teu amor.
Não esperes o instante da partida.
Se queres me fazer feliz, faze-me agora.
Para que chorar de remorso e saudade?
Custa tão pouco a felicidade,
Dá-me uma flor antes que eu vá embora!"

terça-feira, 8 de março de 2011

Sede Santos

Santos sem santidade são a tragédia do cristianismo.
                                                                              (A. W. Tozer)